Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Cozinha Verde

A Cozinha Verde, da autoria de Filipa Range, tem como principal missão inspirar os portugueses a adotar hábitos alimentares mais saudáveis, ecológicos e compassivos, através da cozinha vegan.

Qui | 12.11.15

Como cozinhar Quinoa

 




Neste episódio especial, A Cozinha Verde ensina-te todos os truques para cozinhar Quinoa.

Ver vídeo completo aqui.


Quinoa, o (pseudo)Cereal do momento

Declarada pelas Nações Unidas como o alimento do ano 2013 (Ano Internacional da Quinoa). É uma excelente fonte de proteínas vegetais e possui todos os aminoácidos essenciais, o que a torna uma proteína completa. É rica em cálcio, fibras, magnésio, ferro, zinco e potássio.

Para além do equilíbrio dos seus aminoácidos, é particularmente rica em lisina, um aminoácido fundamental para o crescimento e boa manutenção dos tecidos. Esta particularidade torna-a especialmente importante na alimentação vegetariana.

Por ser uma importante fonte de manganês, magnésio, ferro, cobre e fósforo, torna-se eficaz no tratamento e prevenção de enxaquecas, diabetes e aterosclerose.

Graças ao seu alto teor em fibra, é perfeita para eliminar toxinas e ajuda a reduzir o colesterol.

Auxilia em casos de anemia, pela grande quantidade de zinco, cálcio e ferro.

Ajuda a reparar o tecido muscular após atividades físicas, sendo um suplemento natural (e saudável) para quem faz musculação.

Originário dos Andes, este pseudocereal é considerado pelos especialistas como um dos alimentos mais nutritivos e completos que existem, sendo por este motivo considerado um superalimento.

Além das suas inúmeras vantagens nutricionais, é também isenta de glúten, podendo ser consumida por celíacos.

Tem um sabor característico e muito suave, o que possibilita o seu uso em inúmeros pratos, salgados e doces, ou simplesmente como substituto do arroz cozido. Por ser tão leve e de fácil digestão, é um alimento fácil de introduzir na alimentação dos mais pequenos.


Dicas para cozinhar a Quinoa

  • Os seus grãos devem ser bem lavados e escorridos antes da cozedura, de forma a libertar resíduos e saponinas.
  • Deve adicionar apenas o dobro da quantidade de água em relação à quantidade de quinoa, para que esta fique solta e leve.
  • Quando a água ferver, diminua a temperatura e tempere a quinoa a seu gosto. Tape o tacho e deixe-a cozer.
  • A quinoa leva somente entre 10 a 15 minutos a cozer. Assim que a água for absorvida e que o gérmen branco se separe do grão, está pronta.
  • Ao transformar os seus grãos em farinha, pode fazer pão, bolachas e um sem número de receitas que envolvam farinha.
 
Esta série é uma parceria entre A Cozinha Verde e a Ursa Maior

2 comentários

Comentar post