Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Cozinha Verde

A Cozinha Verde, da autoria de Filipa Range, tem como principal missão inspirar os portugueses a adotar hábitos alimentares mais saudáveis, ecológicos e compassivos, através da cozinha vegan.

Qui | 28.11.19

Pudim de chia - Vegan em 15 dias Ep.4

Pudim de chia tropical185©MárioCerdeira.jpg

 

No último episódio da mini série Vegan em 15 dias, partilho uma receita prática e versátil, que funciona como pequeno-almoço, snack ou até sobremesa! Um pudim que se prepara em poucos minutos, saciante, nutritivo e que permite inúmeras adaptações com os vossos ingredientes preferidos! Refiro-me ao já famoso pudim de chia, na minha versão preferida: with coconut! :) Vejam o vídeo e experimentem, é mesmo fácil:

(receita em texto no final do post)

 

 

Sobre o ingrediente principal, as sementes de chia:

 

Descobertas há centenas de anos, estas pequenas sementes possuem uma composição nutricional de excelência com inúmeros benefícios para a saúde.

São isentas de glúten, aceleram o metabolismo, regulam os intestinos e a glicose, saciam e reduzem a absorção de gordura.

Entre os seus principais componentes destacam-se os ácidos gordos essenciais, as fibras, os antioxidantes, os aminoácidos essenciais e os seguintes minerais: cálcio, ferro, magnésio, selénio, potássio e fósforo. No que diz respeito ao cálcio, a sua concentração é cerca de 5 vezes superior ao leite de vaca! É também uma valiosa fonte de ómega 3, essencial para o desenvolvimento das nossas células.

Devido à alta concentração de fibras solúveis, a chia absorve e retém a água, promovendo a sensação de saciedade.

 

Como utilizar estas sementes?

As sementes de chia são bastante versáteis e podem ser utilizadas na preparação de inúmeras receitas. Por um lado, agem como emulsionante, o que é especialmente útil na preparação de bolos, pães, mousses ou pudins.

A chia absorve até 12 vezes o próprio peso em água. Assim, quando a hidratamos em água, bebida vegetal ou qualquer outro líquido, a semente aumenta exponencialmente o seu volume, conferindo consistência ao preparado.

Idealmente, estas sementes devem ser consumidas da seguinte forma:

 

- Hidratadas e adicionadas a batidos, bolos, pudins, etc.

- Moídas e adicionadas às suas receitas preferidas

 

thumbs-04-Pudim.png

 

Pudim de chia 

Serve 2 pessoas

Sem glúten, sem açúcar

 

Ingredientes

1 chávena (240ml) de bebida vegetal sem açúcar

¼ chávena (40gr) de sementes de chia

¼ chávena (20gr) de coco ralado

2 colheres de sopa (30ml) de geleia de agave

200gr de ananás

Toppings: fruta fresca, pepitas de cacau cru, lascas de coco tostadas, bagas goji

 

Preparação

Numa tigela, misture bem a bebida vegetal e as sementes de chia com uma vara de arames. Adicione o coco ralado e continue a mexer por 1 a 2 minutos, até a mistura engrossar um pouco. Incorpore a geleia de agave. Leve ao frigorífico no mínimo 2 horas ou durante a noite.

Triture o ananás ou corte-o em pequenos pedaços (pode usar outras frutas). Transfira para dois frascos/copos de vidro. Retire o pudim do frigorífico e distribua pelos frascos.

Na hora de servir, adicione os seus toppings preferidos!

Nota: pode omitir o coco ralado ou substituí-lo por outros ingredientes. Exemplos: purés de fruta, cacau ou alfarroba em pó.

 

Chega assim ao fim esta mini série de receitas em formato vídeo! 

Espero que tenham gostado! :) Para mais inspiração, procurem pelo livro que deu o mote a esta série - "Desafio Vegan em 15 dias"! Se gostam deste formato de receitas (em vídeo) ou tiverem sugestões para novos conteúdos, deixem o vosso feedback. E claro, subscrevam o canal youtube.com/c/ACozinhaVerde e ativem as notificações para não perderem as novidades! 

 

__________

Todos os episódios:

EP1 - Carbonara de abacate

EP2 - Hambúrguer de quinoa

EP3 - Bowl de açaí

 

 

 

Qui | 21.11.19

Bowl de Açaí - Vegan em 15 dias Ep.3

Bowl Açaí4004©MárioCerdeirav1.jpg

 

No terceiro episódio da mini série "Vegan em 15 dias", passamos das refeições principais para os pequenos-almoços, com uma taça de fruta colorida para contrariar estes dias cinzentos e começar as manhãs com energia!

 

 

 

Durante o mês de Novembro, espera-vos todas as quintas-feiras uma receita no canal de YouTube, seguida do respetivo post completo aqui. Podem ver (ou rever) os primeiros episódios nos seguintes links:

 

EP1 - Carbonara de abacate (vídeo)

EP1 - Carbonara de abacate (blog post)

 

EP2 - Hambúrguer de quinoa (vídeo)

EP2 - Hambúrguer de quinoa (blog post)

 

Segue agora a receita completa deste episódio:

thumbs-03-Açaí.png

Bowl de Açaí

Serve 2 pessoas

Tempo de preparação: 10 minutos

Sem glúten e sem açúcar refinado

 

Ingredientes

Base:

1 embalagem (100gr) de açaí congelado

½ chávena (90gr) de frutos vermelhos congelados

1 banana madura (100gr)

½ chávena (120ml) de bebida vegetal sem açúcar

1/3 de chávena (80ml) de iogurte vegetal sem açúcar

1 colher de chá de geleia de agave (opcional)

Toppings:

¼ de chávena (20gr) de amêndoas laminadas

100gr de frutos vermelhos frescos

2 colheres de sopa (30ml) de manteiga de amêndoa ou de amendoim

2 colheres de sopa (15gr) de amoras brancas

 

Preparação:

Passe por água quente a embalagem de açaí para facilitar a abertura. Transfira para o processador e adicione os restantes ingredientes da base. Triture até obter um creme homogéneo.

Distribua por duas taças e adicione os toppings a seu gosto.

 

Espero que gostem! Se tiverem alguma dúvida, deixem nos comentários. E não se esqueçam de subscrever o canal e ativar as notificações para não perderem as receitas desta série! :)

 

 

 

 

Qui | 14.11.19

Hambúrguer de quinoa - Vegan em 15 dias Ep.2

Hambúrguer de quinoa, beterraba e shimeji069©MárioCerdeira.jpg

 

Na semana passada estreou a mini série "Vegan em 15 dias", inspirada no meu novo livro! No primeiro episódio partilhei uma receita de carbonara vegan, podem ver o vídeo aqui e ler o post completo aqui. O objetivo com esta série é mostrar-vos (em formato vídeo) quão fácil é criar refeições saudáveis, nutritivas e deliciosas, sem recorrer a ingredientes de origem animal. 

 

Durante o mês de Novembro, espera-vos todas as quintas-feiras uma receita no canal de YouTube, seguida do respetivo post completo aqui. 

 

Neste segundo episódio, partilho uma das minhas receitas preferidas de hambúrguer vegan (sem glúten), com uma base de quinoa, cogumelos shimeji e um ingrediente especial para lhe dar aquela cor vermelhinha. Um hambúrguer capaz de convencer muitos meat lovers! ;) Ora vejam:

 

 

Se quiserem conhecer todas as minhas dicas para cozinhar quinoa, vejam também este vídeo

Se procuram outras receitas de hambúrguer vegan, vejam também esta opção com leguminosas.

 

Antes de passar para a receita, vou deixar-vos alguma informação útil sobre o ingrediente principal destes hambúrgueres - a QUINOA:

 

A quinoa (Chenopodium quinoa) é uma planta oriunda da Colômbia, Peru e Chile. Embora seja designada como um cereal, a quinoa é na realidade uma semente. No entanto, as suas características assemelham-se a este grupo de alimentos, pelo que é designada como pseudocereal (à semelhança do trigo-sarraceno e do amaranto).

 

Isenta de glúten, fonte de proteína completa, contém cálcio, magnésio, ferro, potássio, fósforo, zinco, vitaminas do complexo B e antioxidantes. Graças ao seu alto teor em fibras, é perfeita para eliminar toxinas e ajuda a reduzir o colesterol.

 

As variedades mais comuns são a branca, a vermelha e a preta, sendo que todas se confecionam do mesmo modo. Tem um sabor característico e muito suave, o que possibilita o seu uso em inúmeros pratos, quentes ou frios, na preparação de saladas, hambúrgueres, papas, sobremesas ou simplesmente como substituto do arroz cozido. Por ser tão leve e de fácil digestão, é um alimento fácil de introduzir na alimentação das crianças.

 

 

Segue a receita em baixo:

IMG-20191113-WA0001.jpg

 

Hambúrguer de quinoa, beterraba e shimeji

Faz 4 hambúrgueres 

Tempo total: 35 minutos 

Sem glúten

 

Ingredientes

½ chávena (90 gr) de quinoa

1 chávena (240 ml) de água

Azeite extra-virgem q.b.

1 cebola (100 gr) finamente picada

2 dentes de alho picados

1/4 de colher de chá de raiz de gengibre picado

70gr de cogumelos shimeji picados

1 colher de sopa (15 ml) de molho de soja (ou tamari, para uma versão sem glúten)

1/8 de colher de chá de paprica fumada

100 gr de beterraba vermelha, ralada

¼ de chávena e 2 colheres de sopa (45 gr) de flocos de quinoa

 

Preparação

Lave bem a quinoa com a ajuda de uma rede fina e coza-a na água. Quando começar a ferver, reduza o lume e cozinhe até absorver grande parte da água (aproximadamente 15 minutos). Retire do lume e deixe arrefecer. Solte os grãos com um garfo e transfira para uma taça para arrefecer na totalidade.

Salteie a cebola, o alho e o gengibre com um fio de azeite na frigideira. Adicione os cogumelos e tempere com o molho de soja e a paprica fumada. Deixe cozinhar aproximadamente 4 minutos ou até os cogumelos se apresentarem tenros. Deixe arrefecer.

Numa tigela, adicione a quinoa cozida, a beterraba ralada e a mistura de cogumelos. Incorpore tudo muito bem com uma colher. Junte os flocos de quinoa e envolva de novo, até obter uma massa que consiga moldar.

Faça os hambúrgueres com a ajuda de um molde. Unte uma frigideira com um fio de azeite e aqueça-a. Disponha os hambúrgueres na frigideira e cozinhe, aproximadamente 7 minutos de cada lado, até se apresentarem dourados. 

Sugestão: acompanhe com vegetais da época assados no forno!

 

Espero que gostem! Se tiverem alguma dúvida, deixem nos comentários. E não se esqueçam de subscrever o canal e ativar as notificações para não perderem pitada desta nova série! :)

 

Qui | 07.11.19

Carbonara de abacate - Vegan em 15 dias Ep.1

Carbonara de abacate103©MárioCerdeira.jpg

 

Estava desejosa de vos contar esta novidade!! :)

 

 

Algum tempo depois da minha primeira série de receitas no Youtube, regresso a esta plataforma com uma mini série inspirada no novo livro "Desafio Vegan em 15 dias"

 

O meu objetivo com esta série é mostrar-vos quão fácil é criar refeições saudáveis, nutritivas e deliciosas, sem recorrer a ingredientes de origem animal. 

 

Durante o mês de Novembro, espera-vos todas as quintas-feiras uma receita no canal, seguida do respetivo post completo aqui. 

 

Neste primeiro episódio, partilhei uma receita prática e rápida de carbonara vegan, facilmente adaptada para uma versão sem glúten! 

 

Espreitem a receita em baixo:

thumbs carbonara.png

Carbonara de abacate

2 pessoas

Sem glúten

Tempo: 30 minutos

 

Ingredientes

Massa

160 g de esparguete (integral ou sem glúten) 

Cogumelos

200 g de cogumelos pleurotos cortados em tiras

Sal marinho q.b.

1/8 de colher de chá de pimenta de caiena

¼ de colher de chá de paprica fumada

¼ de colher de chá de alho em pó

¼ de colher de chá de cominhos em pó

½ colher de chá de molho de soja (ou tamari, para uma versão sem glúten)

¾ de colher de chá de azeite virgem extra

Molho

1 abacate (200 g) maduro

Sumo de 1 lima (20 ml)

1 dente de alho pequeno

¼ de colher de chá de sal marinho

1 colher de sopa (15 ml) de azeite virgem extra

1 pitada de pimenta‑preta

¼ de chávena (40 g) de cajus crus sem sal

5 folhas de manjericão fresco

2 colheres de sopa (30 ml) de água

 

Preparação

Coloque os cogumelos cortados numa taça e adicione todas as especiarias, o molho de soja (ou tamari) e o azeite. Envolva bem. Cubra uma grelha de forno com papel vegetal e disponha os cogumelos por toda a superfície, não os sobrepondo. Leve ao forno preaquecido a 190 °C, durante 20 a 25 minutos ou até se apresentarem ligeiramente tostados. Retire do forno e deixe arrefecer.

Num processador, adicione o abacate, o manjericão, o alho, os cajus, o sumo de lima, o sal, a pimenta e o azeite e triture por uns minutos até obter uma textura cremosa e homogénea.

Adicione a água aos poucos de forma a ajustar a consistência a seu gosto.

Coza a massa de acordo com as instruções da embalagem. Transfira para uma tigela e incorpore o creme de abacate e caju. Adicione os cogumelos e sirva.

 

Espero que gostem! Estou mesmo feliz com este regresso e desejosa de ouvir/ler o vosso feedback! E não se esqueçam de subscrever o canal e ativar as notificações para não perderem pitada desta nova série! :)